O que faz seu coração disparar?
Enquanto movimenta 29 músculos da boca e do pescoço, um beijo apaixonado faz outro músculo lá no peito acelerar até uns 150 batimentos por minuto, aquecendo o corpo para, digamos, exercícios mais intensos. Muito diferente daquele beijinho na testa, com jeito de carinho de mãe ou de amigo, que aciona áreas do cérebro ligadas à sensação de conforto e segurança. Aí, ao contrário, o coração desacelera e fica calminho, calminho…

coracao-apertado

O que seria capaz de fazer seu coração ficar apertado?
Seja uma decepção que faz você engolir o choro, seja o estresse da rotina de trabalho, o aperto no peito tem dois culpados de nomes esquisitos: adrenalina e cortisol. Essa dupla de hormônios, que entra em cena para preparar o corpo para fugir literalmente da situação, tem o inconveniente de contrair seus vasos. Daí o sufoco, aquele nó na garganta – ou melhor, o aperto das artérias que passam por ali…

coracao- amolecer

O que faz seu coração amolecer?
Ah, essa sensação imbatível de coração derretido tem a ver com a produção de endorfinas. Elas são liberadas pelo cérebro quando você está feliz da vida e provocam um relaxamento geral, ao pé da letra. O coração não fica imune. Ao contrário, é o primeiro a sentir o barato da felicidade.

coracao-inquieto

O que faz a tristeza bater em seu coração?
Angústia, melancolia… Quando esses sentimentos vivem trancados no peito, eles são mais ameaçadores do que um daqueles ataques de nervos que botam todo o nervosismo pra fora. A depressão, que é duas vezes mais comum nas mulheres, acaba de vez com a qualidade do sono, mexe com substâncias importantes do seu corpo e… pode até aumentar a pressão e tirar o coração do ritmo.

coracao-acelerado

Quando foi a última vez que seu coração ficou acelerado?
Se você for  rigorosa,  pense: todas as suas emoções nascem no cérebro. É nele que moram a tristeza e a alegria, o amor e o ódio. Mas a cabeça logo produz uma série de substâncias que viajam pelo corpo e traduzem esses sentimentos para o coração. Portanto, batendo mais rápido ou mais devagar, seu coração transforma em ritmo tudo o que você sente.

coracao-adrenalina

Como fica o seu coração quando alguém grita gol?
Qualquer surpresa, boa ou má, gera adrenalina e ela dispara seu peito. Se o gol fosse do time adversário, essa substância continuaria por lá, deixando você nervosa e seus vasos sanguíneos apertados. Mas se o placar é favorável ao seu time do coração, depressa surgem outras substâncias, as endorfinas, que deixam seu corpo nas nuvens. O contraste entre as duas sensações, uma seguida da outra, é puro prazer.

coracao-limites

Quando foi que precisou que seu coração ultrapassasse os limites?
Nosso coração adora um desafio. Em todos os sentidos. Quanto mais é provocado a trabalhar, mais fica forte e nos dá energia para as coisas boas da vida. Ele também odeia o tédio, capaz de levar à melancolia e à depressão, fatores que prejudicam mais o coração feminino do que o masculino. Logo, logo você entenderá por quê.

coracao-emocao

Quanto tempo faz que seu coração não recebe uma boa dose de adrenalina?
Não deixa de ser uma injustiça chamar a adrenalina de hormônio do estresse. Ela também aparece quando a gente opta por diversões radicais, como em uma montanha-russa.  Ou no sexo, acredita? Mas aí surge e vai embora depressa. A queda brusca gera relaxamento.